Campanha da Fraternidade 2018

Campanha da Fraternidade 2018

Fraternidade e superação da Violência

“Vós sois todos irmãos”. Mt 23,8

 

IMG-20180120-WA0045

     Construir a Fraternidade, promovendo a Cultura da Paz, da Reconciliação e da Justiça, à luz da Palavra de Deus, como caminho da superação da violência, eis o objetivo geral da CF 2018.

     A Igreja reconhece que a violência nunca será uma resposta justa, ela é um grande mal, não traz a solução para os problemas e é indigna do homem. Ao mesmo tempo em que convida todas as Comunidades Cristãs e pessoas de boa vontade para olhar a realidade brasileira que pede atenção, mudança e conversão. Lembrando que a violência não é uma questão só da Polícia e da Lei, mas é uma questão social.

     Queremos aproveitar essa Campanha para refletirmos e rezarmos por todas as pessoas que sofrem violência e unirmos nossas forças para superá-la.

      No próximo dia 27 estaremos realizando um Encontro Diocesano sobre o Tema da CF 2018, na Casa São Paulo, em São Luís. Fica o convite estendido a vocês para virem participar conosco.

         Uma boa Quaresma e Campanha da Fraternidade a todos e a todas!

Lúcia Roque

Coordenadora da animação de Campanhas

 

Explicação do Cartaz da CF 2018

O cartaz da campanha da fraternidade 2018 mostra um grupo de pessoas de diferentes idades e etnias de mãos dadas, representando a multiplicidade da sociedade brasileira. Especialmente no Ano do Laicato, que terá início na Igreja no Brasil no próximo dia 26 de novembro, o convite é para, por meio da CF 2018, refletir sobre a problemática da violência, particularmente em como superá-la.

Segundo o secretário-executivo das Campanhas da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padre Luís Fernando da Silva, as pessoas que nele formam um círculo e unem as mãos indicam que a superação da violência só será possível a partir da união de todos. “A violência atinge toda a sociedade brasileira em suas múltiplas esferas, o caminho para superar a violência é a fraternidade entre as pessoas que se unem para implementar a cultura da paz”, explica.

A escolha do Cartaz, de acordo com o padre Luís Fernando, foi feita com base em duas etapas. A primeira foi aberta à participação da população que pôde enviar sugestões de arte por meio de um edital aberto ao público e a segunda passou pela avaliação do Conselho Permanente da CNBB. “A partir dessa escuta é que chegou à atual configuração do Cartaz”, sublinhou.

Com o tema “Fraternidade e superação da violência”, a CF 2018, além de mapear a violência, colocará também em evidência as iniciativas que existem para superá-la, bem como despertar novas propostas com esse objetivo. “A Igreja no Brasil escolheu o tema da superação da violência devido ao crescimento dos índices de violência no Brasil. Esse tema já foi discutido na década de 80, num contexto em que o país vivia a recessão militar e dentro desse contexto foi possível mapear diversas formas de violência”, afirma padre Luís.

Ele explica ainda que o lema da CF “Vós sois todos irmãos” foi extraído do capítulo 23 do Evangelho de São Mateus, no qual Jesus repreende os fariseus e mestres da lei, por suas práticas não serem coerentes com os seus discursos. “Os fariseus e mestres da lei valorizavam a sociedade hierarquizada. Jesus propõe-lhes então um novo modelo mais comunitário e fraterno “Vós sois todos irmãos”.

“O lema da Campanha da Fraternidade 2018 é um convite para a superação da violência por meio do reconhecimento de que cada pessoa humana é irmão, é irmão e se assim o é então não se pode deferir contra ele (a) atos de violência”, finaliza padre Luís.

 

Fonte: noticias.cancaonova.com/brasil/cnbb-apresenta-cartaz-da-campanha-da-fraternidade-2018/