O Ano do Laicato

Caríssimos Irmãos e Irmãs, com a festa de Cristo Rei inicia em todo o Brasil o ano Nacional do laicato, uma oportunidade propícia para valorizar, reconhecer e comprometer o Povo de Deus. Já tivemos, como Diocese encontros de formação sobre o assunto, na tentativa de conscientizar sobre o assunto e preparar o terreno para atitudes diferentes daquelas que as vezes predominam em nossas paroquias.

É supérfluo repetir os conteúdos que, sobretudo o texto da CNBB nos explicita muito bem: “Cristãos leigos e leigas na Igreja e na sociedade Sal da terra luz do mundo” (Documento n. 105). O texto deve ser conhecido, estudado e atualizado por todos.

Uma ideia força que deveria   conduzir nossa ação concreta é aquela bíblica do “fermento”. O leigo é o fermento do mundo, aquele que faz levedar a massa em todos os ambientes, lugares, setores e assuntos da vida social, política, econômica, familiar e também na vida eclesial.  Ele é sal que não pode perder o sabor, conservar o que é bom, enriquecer a realidade. É um ponto de referência que ilumina a realidade e a faz aparecer por aquilo que ela é, à luz do Evangelho.

Em nossa Diocese é preciso que o leigo seja menos coroinha do padre, menos agente de sacristia e mais lançado nas conflitivas realidades que diariamente nos desafiam. O caminho a percorrer é muito, é longo e é árduo. 

Teremos oportunidade durante o decorrer do ano de recuperar o CONSELHO DIOCESANO de LEIGOS, como organismo de coordenação e de promoção de todas as atividades laicais, e, quem sabe, oficializa-lo durante a Romaria Diocesana de agosto que também será sobre os leigos.

Caríssimos Irmãos e Irmãs, nossa diocese tem um contingente grande de leigos preparados e capacitados que podem dar uma levantada  muito significativa à toda pastoral diocesana e ser nas realidades sociais um ponto de referência  significativo 

Mão a obra, portanto, coragem e disponibilidade para tornar nossa Igreja mais comprometida, em nome do evangelho, com todas as causas nobres da humanidade.

                                                                     Dom Carmelo

                                                                    Bispo Diocesano