Consagração do altar da capela do Seminário Menor

DSCN0386A Diocese de São Luís de Montes Belos dispõe de uma Casa de Formação, chamada de Seminário Menor, para o discernimento vocacional de adolescentes e jovens. Ela tem como prioridade e função manter alta a memória da vida cristã como chamada à santidade, ao serviço, ao seguimento de Jesus, à descoberta do próprio jeito de ser na Igreja.  Naturalmente é um estágio propedêutico para o semanário maior. Foi aberta e inaugurada em 21 de março de 2005 e sempre funcionou bem. Por causas diferentes ficou fechada no ano passado e aproveitamos para reformar o prédio, ampliá-lo e torná-lo mais apto, reinaugurando-o no dia 21 deste mês.

A Capela   recebeu um altar novo e foi dedicado com a presença dos quatro candidatos do seminário menor, os 19 seminaristas do seminário maior e alguns padres da Diocese. Tudo foi possível pela dedicação dos nossos seminaristas maiores que no ano passado visitaram cada paróquia da diocese desenvolvendo um autêntico trabalho vocacional em prol do Seminário Diocesano e foi possível também graças à contribuição financeira da paróquia da catedral, através da pessoa do pe Nilton, que arcou todas as despesas da reforma.

Por esta nova conquista demos graças a Deus.

A Dedicação do Altar foi gesto simbólico. O altar é o centro da vida do seminário porque educa, estimula e forma o seminarista para ser como Cristo vítima, sacerdote e altar. Ajuda a entender a vida como dom e como serviço. Também centraliza a importância da Eucaristia na formação. Ela é ponto mais alto e fonte de toda a vida cristã, diz o Concilio. Mas também estimula para o testemunho diário de Cristo. Por isso que no altar foi depositada a relíquia de Santa Tranquila, mártir. Quem aprende a lição do altar vive como Cristo viveu.DSCN0314

A Diocese tem na frente um enorme trabalho a ser realizado no campo vocacional onde todos somos protagonistas e responsáveis. O esforço de proporcionar para todas as paroquias um sacerdote residente é prioridade para nós, mas se dará se cada família, escola, paroquia, presbítero, religiosa, enfim, todos nós trabalharemos para ajudar os jovens a vislumbrar e construir seu futuro, tendo presente os dons e as aptidões dadas a cada um e tendo presente também o que Deus quer de cada um.

Mãos à obra, portanto. Agradeço de coração todos aqueles que trabalham com afinco e dedicação no cultivo e formação dos vocacionados em nossa Diocese: Pe. Joaquim Gonçalves de Morais, Pe. Mariosan de Sousa Marques, Diácono Eduardo Farias, Diácono Wállison Rodrigues. Não cansem também quando os resultados não são encorajadores como pretenderíamos.

 

                                                                     Dom Carmelo Scampa

                                                                           Bispo diocesano

 

galeria-fotogrfica-copia

Fotos da consagração do altar do Seminário Menor